• A organização social do trabalho doméstico e de cuidado: considerações sobre gênero e raça
  • The social organization of care and domestic work: considerations on gender and race
Cíntia Engel, Bruna C.J. Pereira

Abstrato

Este artigo tem por intento observar como a raça, enquanto categoria social, constitui-se como eixo articulador da organização social do trabalho doméstico e de cuidado no Brasil. Iniciamos o texto com a retomada de discussões sobre a Divisão Sexual do Trabalho, tendo em conta a produção dos estudos feministas e de gênero que se ocupam da temática. Dando prosseguimento, procuramos apreender a associação simbólica das mulheres negras ao servir e ao cuidar em uma narrativa largamente aceita sobre a identidade nacional. Adiante, fazemos uma apresentação de dados sobre a associação das mulheres negras ao trabalho doméstico. Finalmente, nos debruçamos sobre reflexões, conexões e caminhos interpretativos possíveis.

Abstract

This article aims to observe race – understood as a social category – as an axes along of which domestic labor and the work of care are structured in Brazil. First, we resume the recent debate on Sexual Division of Labor, taking into account feminist and gender studies and propositions. Next, we seek to grasp the symbolic association of black women to servitude and care work in a widely accepted narrative about national identity. Following, we present data on the association of black women to domestic labor. Finally, we present some considerations, connections and possible interpretive paths.

Palavras-chave

cuidado; trabalho doméstico; gênero; raça; mulheres negras

keywords

care; domestic labor; gender; race; black women

Texto completo: PDF



DOI: 10.5354/0719-0417.2015.37658